top of page
  • Foto do escritorDario Alexandre

Passei na segunda fase da OAB: E agora?

O que fazer depois da aprovação na segunda fase da OAB?

Após a aprovação na segunda fase da OAB, muitos advogados iniciantes se perguntam qual o próximo passo a ser tomado em suas carreiras jurídicas.

É comum surgir a sensação de que o objetivo foi alcançado, mas ainda há muito a ser feito para se consolidar como um profissional de sucesso.

Neste artigo, iremos abordar uma das opções que o advogado aprovado na segunda fase da OAB tem à sua disposição para dar continuidade à sua formação e alavancar sua carreira na advocacia.

Acompanhe!

Qual área da advocacia devo me especializar?

Após a aprovação na segunda fase da OAB, o advogado tem diversas opções para dar continuidade à sua formação e alavancar sua carreira na advocacia.

Essa é uma pergunta comum entre os aprovados na segunda fase da OAB.

Principalmente para aqueles advogados iniciantes que desejam ingressar mesmo na atuação prática da advocacia.

A conquista da aprovação na segunda fase da OAB é um grande passo para a carreira jurídica, mas é apenas o começo.

Especialização na área penal após a segunda fase da OAB

Uma das opções para quem busca aprimorar seus conhecimentos é a especialização na Advocacia Criminal, uma área extremamente relevante e que demanda profissionais altamente capacitados.

Por que se especializar na Advocacia Criminal após a aprovação na segunda fase da OAB?

A segunda fase da OAB é a etapa decisiva do exame e, com a aprovação, o profissional pode exercer a advocacia de forma independente.

No entanto, essa conquista não significa que o advogado já possui todo o conhecimento necessário para atuar em todas as áreas do Direito.

A Advocacia Criminal, em especial, requer habilidades específicas que só podem ser adquiridas por meio de estudos e prática.

Há diversas razões pelas quais um advogado pode optar por se especializar na advocacia criminal após passar na segunda fase da OAB.

Além do desafio intelectual e da possibilidade de ajudar pessoas em momentos difíceis, essa área pode ser bastante rentável.

Afinal, a demanda por advogados criminalistas é constante, seja para defender pessoas acusadas de crimes comuns ou de alta complexidade.

Outra vantagem de se especializar na advocacia criminal é que a dinâmica do processo penal é muito mais agradável e interessante do que em outras áreas.

Além disso, a especialização em advocacia criminal pode abrir muitas portas na carreira do advogado.

Isso porque esse tipo de atuação envolve habilidades que são bastante valorizadas em outras áreas, como a capacidade de argumentação e de lidar com situações de conflito.

Dessa forma, o advogado especializado em criminal pode ter muitas oportunidades em outras áreas, como

a advocacia empresarial, criminal compliance, consultorias e pareceres, dentre outros nichos muito promissores.

Como se especializar na Advocacia Criminal?

Existem diversas formas de se especializar na Advocacia Criminal após a aprovação na segunda fase da OAB.

Uma delas é por meio de cursos de especialização na prática da advocacia criminal. Mas, atenção na escolha do curso.

Esse curso precisa oferecer uma formação completa, com aulas teóricas e práticas, e preparam o profissional para atuar na área.

Outra opção é buscar estágios e parcerias com advogados criminalistas renomados.

Acompanhar audiências, participar de reuniões com clientes, analisar processos e petições são

atividades que podem contribuir para o aprendizado e o aprimoramento do advogado iniciante.

Além disso, a participação em congressos, seminários e eventos na área penal pode proporcionar uma visão mais ampla do mercado e das tendências do Direito Penal e Processual Penal.

Vale lembrar que a especialização na Advocacia Criminal não deve ser encarada apenas como uma opção para se destacar no mercado, mas como um

dever ético do advogado, que deve buscar sempre o aprimoramento de suas habilidades para melhor defender os interesses de seus clientes.

O curso de prática em Advocacia Criminal oferecido pelo Instituto Direito Penal Brasileiro (IDPB) é uma excelente opção para quem busca se especializar na área penal após a aprovação na segunda fase da OAB.

Com aulas ministradas por profissionais renomados e ampla carga horária, o curso oferece uma formação completa e atualizada.

O curso tem como objetivo proporcionar ao aluno uma visão prática do exercício da Advocacia Criminal, abrangendo desde a fase policial até a sustentação oral.

Durante as aulas, os alunos têm a oportunidade de desenvolver suas habilidades de forma prática, com análises de casos concretos e elaboração de petições.

Além disso, o IDPB oferece aos alunos suporte constante por meio de grupos de discussão no whatsapp com advogados de todo o Brasil, o que torna a troca de experiências bastante produtiva.

O advogado iniciante pode aprender muito com a vivência de outros profissionais, conhecendo estratégias, técnicas e recursos que podem ser aplicados em casos similares.

Conclusão

Passar na segunda fase da OAB é uma grande conquista para o advogado iniciante, mas não deve ser o fim da busca por aprimoramento e conhecimento.

É importante buscar por cursos de especialização, parcerias com profissionais experientes e outras oportunidades de aprendizado, para garantir uma atuação mais eficiente e segura na prática diária da advocacia.

O curso de prática penal na advocacia criminal oferecido pelo Instituto Direito Penal Brasileiro (IDPB) é uma excelente opção para quem busca se especializar na área.

Com um aprendizado completo e aprofundado na prática, análises de casos reais, o aluno pode desenvolver suas habilidades e se tornar um profissional mais seguro e eficiente.

Portanto, o advogado iniciante que passou na segunda fase da OAB não deve descansar sobre seus louros, mas sim buscar por novas oportunidades de aprendizado e desenvolvimento, para se tornar um profissional cada vez melhor e mais capacitado. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

0 visualização0 comentário
bottom of page