top of page
  • Foto do escritorDario Alexandre

Advocacia Criminal para advogados iniciantes na prática

Advocacia Criminal para advogados iniciantes na prática

Como iniciar na Advocacia Criminal? Essa é uma pergunta que instiga muitos estudantes e advogados que decidiram exercer a Advocacia Criminal, mas se acham perdidos nesse início da carreira, o que é bastante natural que aconteça! Todo início de carreira é desafiador!

Eu sou a Cris Dupret, advogada criminalista há mais de 20 anos e presidente do IDPB, onde oferecemos cursos de qualificação, curso de pós-graduação e cursos para a OAB. Atualmente, me dedico a preparar advogados iniciantes na prática da Advocacia Criminal e sei o quanto essa preparação pode ser desafiadora, principalmente se você não tiver um norte, um caminho de como alcançar o sucesso na prática da Advocacia Criminal.

No artigo de hoje, quero te dar algumas orientações essenciais do que fazer nesse início de prática na Advocacia Criminal. Vamos lá?

Curso de Prática na Advocacia Criminal te ensina desde os aspectos mais básicos como o atendimento ao cliente, até as atuações mais complexas como a sustentação oral. E ele está com uma condição imperdível! Para ter acesso vitalício ao curso CLIQUE AQUI e ao fazer sua matrícula, escolha o acesso vitalício – ao invés de 1 ano de acesso, você poderá acessar enquanto o curso existir!

Comunidade Criminalistas de Elite – (CLIQUE AQUITenha acesso aos Cursos de Prática na Advocacia Criminal, Curso Completo de Direito Penal, Curso de Leis Penais Especiais, Curso de Marketing Jurídico, Prática na Jurisprudência Criminal, além de acessar todas as aulas ao vivo, podcasts e integrar um grupo de whatsapp com interação entre advogados de todo o Brasil.

Como advogar na área criminal?

Eu sempre falo isso, porque é a realidade da maioria dos advogados criminalistas iniciantes: infelizmente, os graduados em Direito saem da faculdade muito pouco preparados para a vida real na prática da advocacia criminal. Na minha época, me senti totalmente perdida, sem saber por onde começar, quais passos dar em direção ao meu sucesso na Advocacia Criminal. Isso aconteceu com você também?

Obviamente, com as vivências ao longo dos anos, vamos melhorando na Advocacia Criminal na prática. Contudo, é fundamental que você preze, primordialmente, pela sua qualificação!

Não adianta achar que vai melhor só com a experiência prática. É essencial que você esteja sempre se atualizando, se especializando naquele nicho que escolheu atuar, não somente no início da carreira, mas ao longo de toda a sua trajetória, ainda mais na Advocacia, uma carreira muito dinâmica, que está em constante mudança.

Bons(as) advogados(as) sabem que nunca podem parar de estudar! E estudar sozinho não é o caminho mais recomendado, ainda mais no início da sua especialização. Um curso especializado na prática da Advocacia Criminal pode te ajudar bastante em aspectos importantes da prática na Advocacia Criminal que nem sempre você irá encontrar facilmente nos livros. 

Não existe nenhuma fórmula mágica para alcançar o sucesso e aprender a advogar na área criminal, e sim um conjunto de fatores, como alguns que vou trazer aqui para você.

Tenha em mente que, na área criminal, a atuação sem a devida preparação é um dos maiores erros que o advogado criminalista iniciante pode cometer. Nesse sentido, vamos aos fatores importantes para iniciar na Advocacia Criminal começando pelo primeiro e o que considero mais importante de todos:

É fundamental que você se qualifique! Eu penso ser esse o pontapé inicial da sua carreira na Advocacia Criminal.

Considerando que contamos com mais de 1 milhão de advogados no mercado brasileiro, a concorrência é grande. Então, a melhor forma de ter uma carreira sólida na advocacia criminal é sendo melhor que os concorrentes, tanto intelectualmente, quanto emocionalmente.

Quando idealizei o Curso de Prática na Advocacia Criminal, foi pensando exatamente nisso: transformar você em especialista na área e capacitado para enfrentar os casos práticos na vida real.

No início da carreira, temos preocupações das mais básicas até as mais complexas, como, por exemplo, como elaborar contrato de honorários e procuração, como atuar em cada caso concreto, como acompanhar o cliente na delegacia, como realizar as audiências e sustentações orais, enfim, são infinitas as possibilidades de atuações dentro de um processo criminal e você precisar dominar cada passo.

Se você pode aprender a advogar com especialistas na sua área de atuação, por que aprender a advogar contando derrotas?

Lógico que você não estará livre de errar, mesmo fazendo um curso de prática criminal. Errar faz parte do aprendizado e te ajuda a evoluir! Contudo, aprendendo com especialistas, você diminui muito a possibilidade de colecionar erros e frustrações na sua atuação profissional.

Portanto, pense nisso e busque se qualificar o quanto antes!

Faça networking e parcerias com advogados mais experientes

Networking é um passo muito importante para a construção da sua carreira. Trocar experiências com outros colegas auxilia muito no crescimento profissional.

Assim, é importante participar de todos os eventos relacionados a área criminal, como palestras, congressos, seminários, cursos de atualização/extensão, comissões da OAB, instituições, associações e demais entidades relacionadas ao estudo da sua área de atuação, a advocacia criminal.

Como disse, é essencial estar envolvido(a) com pessoas que atuam na mesma área que você, até mesmo para troca de experiências, aprendizado e networking (rede de contatos).

Conectar-se com profissionais ou grupos que têm o mesmo interesse que você, pode ser uma grande vantagem para o início da sua carreira na advocacia criminal.

Foi justamente pensando nisso que criei, no Curso de Prática na Advocacia Criminal, uma forma de interação entre os alunos das turmas por meio de um grupo com interação no whatsapp que é bastante produtivo! A dúvida de um colega pode ser a sua e sempre tem colegas mais experientes que já passaram pela situação em que você está e pode te ajudar. É muito bacana essa troca!

Tenha um banco de modelos de peças

No início da carreira na Advocacia Criminal, é muito importante ter um banco de modelos de cada peça necessária à sua atuação na prática da Advocacia Criminal, para que você não perca tanto tempo procurando como fazer uma determinada peça e assim, ganhe mais tempo para, em cima do modelo já existente, se dedicar aos detalhes daquele caso concreto.

Por isso, ao desenvolver o Curso de Prática na Advocacia Criminal, pensei em todos os detalhes importantes para o seu início nessa área e, além de modelos editáveis de peças processuais penais e de recursos, incluí ainda roteiros de elaboração detalhados, o que facilita e muito a vida dos advogados iniciantes.

Estude a jurisprudência criminal

Sempre falo por aqui o quanto é importante conhecer a jurisprudência criminal, não só para ter subsídios em adotar a melhor estratégia defensiva em um caso concreto, bem como para obter uma certa previsão, vamos dizer assim, quanto ao resultado do processo, considerando que, se existe um entendimento consolidado sobre certo tema, é muito possível que esse entendimento se repita nas decisões seguintes, incluindo o seu processo.

É claro que, em determinado momento e circunstância, a jurisprudência pode ser superada, assim como os casos concretos podem ser bem diferentes, motivo pelo qual, pode não ocorrer a aplicação do entendimento jurisprudencial.

Fato é que, considero indispensável que o advogado criminalista conheça a jurisprudência do Supremo Tribunal Federal, do Superior Tribunal de Justiça, e também, do Tribunal de Justiça da sua região.

Nesse sentido, o Curso de Prática na Advocacia Criminal que já preparou milhares de advogados em todo Brasil, é constantemente enriquecido com atualizações das jurisprudências mais importantes para sua atuação na advocacia criminal!

Claro que essas foram algumas orientações importantes para você que está começando agora na Advocacia Criminal, mas não são as únicas que devem ser seguidas. Existe uma

Se curtiu esse conteúdo, comente abaixo e dê sugestões de temas que gostariam de ver nos próximos.

2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page