top of page
  • Foto do escritorDario Alexandre

Como atuar na defesa de vítimas de violência doméstica: estratégias e desafios

Como atuar na defesa de vítimas de violência doméstica: estratégias e desafios

A violência doméstica é uma realidade triste e complexa, que afeta milhares de pessoas todos os anos. Como advogados criminalistas, atuar na defesa de acusados ou das vítimas de violência doméstica pode ser um desafio, mas também uma oportunidade de ajudar a promover a justiça e a proteger os direitos humanos, além de alcançar o sucesso profissional.

Neste artigo, vamos discutir algumas estratégias e desafios envolvidos na defesa de vítimas de violência doméstica. CONTINUE A LEITURA MAIS ABAIXO APÓS ASSISTIR O VÍDEO…

CURSO AO VIVO DE PRÁTICA NA LEI MARIA DA PENHA – Tudo o que você precisa saber sobre a Lei Maria da Penha, na prática, preparando o advogado para atuação especializada em casos que envolvam violência doméstica e familiar contra a mulher. CLIQUE AQUI E SE INSCREVA




Para os advogados que atuam ou desejam atuar na defesa de vítimas de violência doméstica, é fundamental entender as estratégias e desafios que permeiam esse tipo de caso. Por isso, neste artigo, vamos dar algumas dicas práticas para que você possa atuar de forma eficaz na defesa dessas pessoas.

Conheça bem a Lei Maria da Penha

A Lei Maria da Penha é a principal ferramenta legal para a proteção das vítimas de violência doméstica no Brasil. Por isso, é fundamental que o advogado criminalista que atua nessa área conheça bem essa lei e suas particularidades (que não são poucas). Além disso, é importante estar sempre atualizado sobre as mudanças e atualizações na legislação. Por isso, sempre digo que se especializar adequadamente para atuar nesse nicho é o primeiro passo.

Ouça a vítima

Ao atuar na defesa de vítimas de violência doméstica, é fundamental ouvir atentamente a história da pessoa e entender suas necessidades e desejos. Isso ajuda a estabelecer uma relação de confiança e a criar uma estratégia de defesa mais eficaz.

Crie uma rede de apoio

A defesa de uma vítima de violência doméstica não é uma tarefa fácil. Por isso, é importante criar uma rede de apoio que inclua psicólogos, assistentes sociais, advogados civilistas e outros profissionais que possam ajudar a vítima a superar o trauma e lidar com as consequências do abuso. Inclusive, faça parcerias com esses profissionais, isso pode ser bastante importante para que a imagem do seu escritório seja valorizada por oferecer um trabalho completo.

Buscar medidas protetivas

As medidas protetivas são uma ferramenta importante para proteger as vítimas de violência doméstica. Trabalhar para obter medidas protetivas efetivas para seus clientes pode ser uma das principais prioridades na defesa desses casos. Lembre-se que em sede policial já é possível requerer medidas protetivas. Também é possível na queixa-crime (em casos de ação penal privada) ou ao atuar como assistente de acusação (em casos de ação penal pública).

Seja estratégico

Cada caso de violência doméstica é único, e é importante criar uma estratégia de defesa personalizada para cada um. Isso inclui a análise cuidadosa das provas, a escolha das testemunhas e a definição da melhor linha de argumentação para o caso.

Prepare-se para os desafios

A defesa de uma vítima ou um acusado de violência doméstica pode apresentar diversos desafios, incluindo a dificuldade de conseguir provas, a resistência da vítima em denunciar o agressor e a pressão da opinião pública. É importante estar preparado para esses desafios e encontrar formas de superá-los.

Essas são apenas algumas das dicas que podem ajudar os advogados criminalistas na defesa de vítimas de violência doméstica. Se você deseja se aprofundar ainda mais nesse tema e se especializar na Lei Maria da Penha, o IDPB oferece uma Mentoria exclusiva de Prática na Lei Maria da Penha que pode ser uma ótima opção para você. Nessa mentoria há ampla discussão de casos concretos, confecção de peças e discussões de índole diretamente prática. Não deixe de conferir e aprimorar suas habilidades na prática de casos que envolva violência doméstica.

Com uma abordagem prática e atualizada, essa mentoria oferece uma ampla gama de conhecimentos e técnicas para que você possa atuar de forma eficaz na defesa das vítimas e dos acusados de violência doméstica. Além disso, a mentoria conta com uma professora especializada na área, que irá compartilhar suas experiências e conhecimentos com você.

Entre os temas abordados na mentoria estão a interpretação e aplicação da Lei Maria da Penha, a análise das provas em casos de violência doméstica, a elaboração de estratégias de defesa personalizadas para cada caso, a identificação de medidas protetivas adequadas, a realização de sustentações orais e muito mais.

Não perca a oportunidade de se tornar um advogado ainda mais qualificado e especializado na defesa de vítimas e acusados de violência doméstica. Inscreva-se aqui.

2 visualizações0 comentário

Commenti


bottom of page