top of page
  • Foto do escritorDario Alexandre

Comissão debate operação policial que resultou em 28 mortes no Jacarezinho

A Comissão de Legislação Participativa da Câmara dos Deputados discute nesta sexta-feira (21) a operação policial realizada no início do mês no Jacarezinho, no Rio de Janeiro (RJ). A operação foi a mais letal da história do estado, deixando 28 mortos após intenso tiroteio.

Continue a leitura mais abaixo.

Curso de Prática na Advocacia Criminal (CLIQUE AQUI) – Desde a contratação até a Sustentação Oral, com aulas em vídeo, dúvidas diretamente com Cristiane Dupret e Banco de Peças Editáveis.

Teses Defensivas na Prática Penal (CLIQUE AQUI)

ATENÇÃO: Clique Aqui, associe-se ao IDPB, tenha acesso imediato a 4 cursos completos e entre em um grupo do whatsapp com interação entre advogados de todo o Brasil.

Seja atendido pelo whatsapp CLICANDO AQUI

Siga o Perfil da nossa Presidente no Instagram para acompanhar as novidades CLICANDO AQUI

Assista o vídeo abaixo da audiência pública que foi transmitido e publicado no canal do Youtube da Câmara dos Deputados.


“É inadmissível uma operação policial resultar em 28 mortes. Precisamos de uma investigação independente e a criação de uma comissão externa para acompanhar o caso”, cobra a deputada Talíria Petrone (Psol-RJ), que propôs a realização do debate.

Petrone lembra que a operação vai na contramão da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que, desde junho do ano passado, suspendeu operações em favelas durante a pandemia.

“A decisão permite ações apenas em ‘hipóteses absolutamente excepcionais’, com o Ministério Público sendo avisado”, ressalta a deputada.

Alguns dias depois da operação no Jacarezinho, o Ministério Público do Rio, que tem a atribuição de fazer o controle externo das atividades policiais, anunciou a formação de uma força-tarefa para apurar as mortes.

Fonte: Agência Câmara de Notícias


Deixe seu comentário abaixo!

3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page