top of page
  • Foto do escritorDario Alexandre

Advocacia Criminal: como começar?

Advocacia Criminal: como começar?

Como começar na Advocacia Criminal? Como dar os primeiros passos na área penal? Essa é a pergunta que não quer calar o advogado criminalista iniciante. São muitas dúvidas de como iniciar nessa área e, por isso, eu tenho trazido aqui orientações que eu mesma gostaria de ter recebido no início da minha carreira na Advocacia Criminal.

Eu sou a Cris Dupret, presido o IDPB, sou advogada criminalista consultora, autora de diversas obras jurídicas, pós-graduada em Direito Penal Econômico e Mestre em Direito. Sei como é desafiador iniciar a prática criminal, mas, seguindo um caminho estratégico, é totalmente possível atuar com segurança e alavancar a sua carreira na área penal. Vamos falar um pouco sobre isso?

Curso de Prática na Advocacia Criminal te ensina desde os aspectos mais básicos como o atendimento ao cliente, até as atuações mais complexas como a sustentação oral. E ele está com uma condição imperdível! Para ter acesso vitalício ao curso CLIQUE AQUI e ao fazer sua matrícula, escolha o acesso vitalício – ao invés de 1 ano de acesso, você poderá acessar enquanto o curso existir!

Comunidade Criminalistas de Elite – (CLIQUE AQUITenha acesso aos Cursos de Prática na Advocacia Criminal, Curso Completo de Direito Penal, Curso de Leis Penais Especiais, Curso de Marketing Jurídico, Prática na Jurisprudência Criminal, além de acessar todas as aulas ao vivo, podcasts e integrar um grupo de whatsapp com interação entre advogados de todo o Brasil.

Inicialmente, para atuar na prática e ganhar experiência na Advocacia Criminal, é essencial que você faça uma especialização em prática penal. Se você está iniciando a sua atuação na área criminal, o mais recomendado é que você estude com especialistas que irão te ensinar os principais aspectos práticos, noções essas que você não aprendeu na faculdade e não aprenderá somente nos livros.

Sabemos que as faculdades de Direito não ensinam como advogar na prática. Mesmo se você realizou o estágio obrigatório e participou do Núcleo de Prática Jurídica da faculdade, o que tenho observado é que os advogados iniciantes concluem o curso e ainda consideram que não estão preparados para a prática da advocacia criminal.

Por isso, minha primeira orientação para você que deseja iniciar sua atuação na Advocacia Criminal é a realização de um curso de prática para desenvolver o conhecimento teórico e prático necessários para a atuação na área penal, tanto para advogados(as) em início de carreira, quanto para aqueles que já atuam, porém precisam estar sempre atualizados.

Parece óbvio o que vou dizer agora, mas gosto sempre de lembrar que, para ter sucesso em qualquer carreira profissional, é preciso estudar muito, se qualificar e se especializar, cada vez mais. Ainda mais em profissões que lidam com a vida das pessoas, como na Advocacia Criminal.

Quando idealizei o Curso de Prática na Advocacia Criminal aqui do IDPB, pensei exatamente em como poderia levar segurança e conhecimento prático para aqueles advogados que gostariam de se especializar na área, porém não sabiam por onde iniciar.

Assim, o curso de prática penal do IDPB nasceu desse meu desejo de ensinar os aspectos práticos fundamentais para o seu desenvolvimento profissional como a escolha de um nicho de atuação; o atendimento ao cliente; como se portar em uma audiência criminal; como atuar em sede policial; como identificar a peça mais apropriada na defesa do seu cliente e muitas outras que surgem no início da sua atuação na prática penal.

Ao desenvolver o curso, pensei ainda nos demais aspectos que envolvem a prática como os modelos editáveis e roteiros de peças, o material de apoio em formato pdf, o networking através do grupo de whatsapp com advogados de todo o Brasil, o ambiente de dúvidas diretamente comigo e muito mais!

Além disso, o curso ainda possui certificado emitido pelo Instituto de Direito Penal Brasileiro, conferindo grande valor pedagógico e profissional ao certificado, que ainda contém todo o conteúdo programático do curso em seu verso.

Seja um Advogado correspondente

Uma forma de iniciar e ganhar experiência na área criminal é ser advogado correspondente. A contratação de correspondentes jurídicos é uma prática que tem se tornado cada vez mais comum no mercado da advocacia, além de ser uma maneira de economizar para realização de serviços que exigem o deslocamento físico, por exemplo.

Podemos dizer que é uma forma de advocacia colaborativa e você ainda tem grandes chances de ter um retorno financeiro e realizar ótimas parcerias, que podem render bons clientes.

Existem alguns sites que você pode se cadastrar e oferecer seus serviços de advocacia criminal e outros como o Apoio Forense, Migalhas, Linkjur, Dubbio e outros.

Assista as audiências criminais

Assistir audiências criminais é uma ótima estratégia para quem está iniciando na Advocacia Criminal. Essa é uma dica que eu coloquei em prática na minha época de recém-formada e que me ajudou bastante a ter uma noção de como muitas teorias eram aplicadas na prática da Advocacia Criminal.

Além disso, assistir o máximo de audiências, julgamentos, sustentações orais me ajudou a ganhar segurança e confiança em atuar na Advocacia Criminal. Desta forma, você passa a conhecer a atuação de diversos profissionais na sua cidade. Desta forma, além de observar e aprender com os colegas, você poderá filtrar as coisas boas que poderá aproveitar na sua atuação.

Lembrando que, com o tempo, você terá capacidade de constituir seu estilo próprio, a sua forma pessoal de atuação. Mas, claro que essa experiência te ajudará muito a diminuir a sua tensão e nervosismo quando chegar a sua vez, pois você já viu o que te espera.

Faça parcerias com advogados criminalistas mais experientes

No início da sua atuação na prática da Advocacia Criminal, as parcerias podem ser bastante produtivas e vantajosas. Proponha parceria com colegas mais experientes que você, que já advogam na área criminal há mais tempo e possuem uma ampla vivência nessa área. Essa é uma forma de trocar experiências que pode ajudar na sua construção como profissional, ainda mais nesse início de carreira.

Nesse sentido, você pode combinar com esse parceiro uma forma de divisão de honorários que seja justa para ambos. Assim, toda vez que você receber um cliente, pode se reunir com esse parceiro e discutir juntos a melhor forma de atuar naquele caso. Você vai se sentir mais seguro e ganhar mais experiência!

Além disso, faça parcerias com escritórios de Advocacia Criminal de outras cidades. Busque na internet os contatos e mande e-mail com uma proposta de parceria. Ofereça-se para atuar como associado de algum escritório de Advocacia Criminal. Pode ser uma boa forma de iniciar a sua experiência prática.

Bom, claro que não esgotei o assunto nesse post, mas espero ajudar você que deseja dar os primeiros passos na Advocacia Criminal.

Se você tem interesse em se especializar em Advocacia Criminal e está procurando um curso de prática na Advocacia Criminal 100% virtual, com professores especialistas, com o ensino estratégico e focado na prática, com disponibilização de amplo material de apoio, grupo de whatsapp e muito mais, CLIQUE AQUI.

3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page